Posted by: bailux | June 1, 2006

o relojoeiro cego-post do dalton na lista do meta

um comentario sobre este novo livro do dawkins que estou lendo:

 régis,

 uma comunidade, como o caso do metareciclagem, é um organismo vivo.
 em constante e, neste caso, intensa evolução.
 os movimentos se dão:
 – os objetivos são constantemente redefinidos;
 – os focos de atenção variam de forma fractal e captam, oscilam,
redesenham a comunidade como um todo;
 – as experiências e práticas são distribuídas em diversas instâncias e
instituições, fagocitando metodologias, áreas de interação comunitária
e mentes;
 – pessoas entram e saem o tempo todo;
 – pessoas migram de uma postura mais recatada, apenas observando, para
uma postura mais ativa, quando o tópico chama seu interesse;
 – há, dessa forma, diversos core groups dinâmicos e emergentes com
base na mutação dos focos.

 de uma certa forma, é isso que nos liga como um ser vivo emergente…

abs,
dalton


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: